Descubra a diferença entre as fitas de led com tensão de 12V DC e 24V DC.

Em um projeto luminotécnico você pode optar pelo uso de um sistema de iluminação de baixa tensão. As principais opções de voltagem em fitas de led que incluem essa característica são 12V DC e 24V DC.

Existem detalhes que devem ser levados em consideracão e abaixo, listamos os 3 mais importantes para você ficar atento e aprender a diferenciar e escolher a fita de led com a voltagem correta de acordo com o objetivo do seu projeto.

Inicialmente, é preciso saber que na verdade é importante que não só a voltagem esteja certa mas também os acessórios que acompanham essa fita que é aplicada a um perfil de led.

1 – Principal diferença e eficácia

A principal diferença está nos intervalos da linha de corte das fitas.

As de 12V DC possuem menor distância – 1 polegada, já as de 24V DC apresenta um intervalo de 2 polegadas. Quanto menor o espaçamento mais flexibilidade para efetuar o corte da fitas no tamanho ideal para o perfil que está sendo fabricado.

Na questão eficiência, a de 24V ganha pois as chances de ter queda de tensão são quase mínimas oferecendo assim maior durabilidade mantendo a qualidade.

2 – Qualidade na hora de iluminar

No geral, a voltagem em 24 é o ideal para LED e através de uma conta simples identificamos o por quê.

A maioria das fontes de alimentação de LEDs são em 3 V porém pode ser configurada para uma tensão específica.

Uma faixa de led para ter a tensão em 12 volts, ela deve ser configurada com 3 Leds em série sequencial.

Mesmo assim, o resultado seria uma voltagem de 9V sem atingir então a potência total de 12V. A diferença restante é dissipada por um limitador de corrente. Esse limitador é um resistor que não auxilia na iluminação então, 25% da energia elétrica é dissipada com calor residual.

Já em uma fita com 24V a conta é feita através de 7 LED ‘s em série com 3 V cada sequência o que resulta em 21V.

A diferença para o total de 24V é somente de 13% e a energia de voltagem que não é utilizada e se transforma somente em energia térmica se torna bem pouca em relação a fita de 12V.

Sendo assim, optar por um LED com 24 de voltagem reduz em 50% a possibilidade de falhas em seu projeto de iluminação.

Em resumo, um sistema de LED de 24V pode realmente reduzir as ineficiências inerentes ao projeto elétrico em mais de 50%.

3 – Condutor, Corrente e Fonte de Alimentação

Outra vantagem da tensão de uma fita de LED em 24V é que ela consome metade da quantidade de corrente que uma fita de led de 12V necessita para atingir o mesmo nível de potência.

Segundo os estudos da Física, a energia elétrica parte da equação: P = V x I.

Por isso, para se manter uma energia (p), caso a tensão aumente (v) a corrente deve diminuir (i)

Isso porque só exigirá 2 Ampéres para atingir 48 W ao invés de 4 Ampéres que a fita de 12V necessita nesse caso exemplificado.

A importância do Condutor

A corrente determina a espessura e largura dos condutores de cobre que devem ser utilizados para a transferência de energia com segurança e qualidade.

Se uma corrente sobrecarregar um condutor que não foi feito para suportá-la, ocasionará a queda de tensão e geração de calor possibilitando até a formação de um incêndio elétrico.

Nesse caso, a fonte de alimentação é outra peça essencial para o bom funcionamento do produto e deve ser correspondente a voltagem da fita, ou seja, uma fita de 12 V precisa ter uma fonte de alimentação de 12 e o mesmo ocorre com a fita de 24V.

É perceptível que a fita em 24V D.C é a mais adequada quando se refere à baixa tensão, durabilidade e qualidade na hora de iluminar.

O Studio PD LED está sempre atento às melhores tecnologias de ponta e qualidade para confeccionar os seus perfis. Clique aqui e conheça mais sobre nós.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *